oral sin
Especial | VARIEDADES

17 de Julho de 2019 ás 15:31:37

Após ser agredida pelo marido, PM se mata com tiro na cabeça

Mulher deixa um bebê recém-nascido

(Foto: Divulgação)

Uma policial militar, identificada como soldado Carvalhaes, tirou a própria vida com um tiro na cabeça no final da manhã de hoje na cidade de Juruena (912 km de Cuiabá). Ainda não há relatos de como ocorreu o caso. 

Porém, as informações preliminares são de que a PM estava sofrendo depressão. Meses atrás, ela foi vítima de violência doméstica praticada pelo marido e, desde então, desenvolveu a doença. A militar deixa familiares e um bebê.

DEPRESSÃO

Pesquisas de diversos institutos apontam para o crescimento significativo da Depressão, doença psiquiátrica crônica, caracterizada por tristeza profunda e forte sentimento de desesperança.

Por muito tempo ignorada, hoje ela já é vista como um risco de epidemia. A prioridade é tratar a doença com psicólogo, profissional capacitado para ajudar na superação da doença, entre tantas outras.

Além da busca profissional, as vítimas da doença também podem, caso sintam a necessidade de conversar, entrar em contato com o CVV (Centro de Valorização da Vida) pelo número 188. A ligação é gratuita.

Por: Folha Max