rei do pano
Especial | VARIEDADES

00 de de 0000 ás 00:00:00

Idoso de 66 anos é morto a tiros saindo da missa por dupla que roubou Duster e fugiu

Dois homens anunciaram o assalto e fizeram os disparos. Pelo menos três tiros acertaram a vítima.

(Foto: Divulgação)

Um homem, de 66 anos, morreu e um suspeito ficou ferido durante um roubo de uma Duster branca no bairro Morada do Ouro, em Cuiabá, na noite desta terça (16). Carlos Lemes Viera, vítima do latrocínio, foi socorrido por populares, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na UPA do bairro. Os suspeitos foram presos pela PM algumas horas depois.

Carlos foi abordado após deixar a missa na Comunidade Bom Pastor. Segundo um familiar com quem a reportagem do  entrou em contato, ele ia à missa toda terça à noite na mesma igreja. "Estamos em choque com tamanha violência", disse.

De acordo com o BO, dois homens anunciaram o assalto e fizeram os disparos. Pelo menos três tiros acertaram a vítima.

Consta no boletim de ocorrência que os suspeitos Lucas Felix de Oliveira, de 23 anos, e Marcos Henrique Silva de Figueiredo, de 32 anos, foram denunciados via Ciosp por populares após roubarem o carro no Parque da Nascente. Em rondas pelo local, a guarnição encontrou o carro no sentido contrário da via.

Diante da situação os policiais sinalizaram dando ordem de parada, mas a dupla desobedeceu e seguiu em alta velocidade.  Já na rua J do bairro Jardim Brasil, em frente ao Bar da Pedra, os suspeitos desceram do carro e atiraram contra a guarnição. Houve troca de tiros e o Lucas foi atingido no ombro direito.

Já o Marcos abriu em fuga a pé. Ele foi localizado dentro de uma casa na rua J. e não ofereceu resistência à prisão. Lucas foi encaminhado ao Pronto-Socorro da Capital. Com os suspeitos, a guarnição encontrou um revólver calibre 38, com numeração apagada e quatro cápsulas deflagradas.  

Os militares acionaram o Samu que levou que realizaram os primeiros atendimentos ao suspeito. Marcos foi levado a Central de Flagrantes. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

Por: RD News