oral sin
Especial | VARIEDADES

Nortão

05 de Novembro de 2019 ás 15:46:09

Bombeiros capturam cobra Boipeva em quintal de residência

De acordo com o solicitante, a cobra estava no canil desativado

Na manhã desta terça-feira (05), uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Alta Floresta foi acionado para capturar uma cobra em uma residência no Bairro Boa Nova 1. De acordo com o solicitante, a cobra estava no canil desativado já no local os militares efetuaram a captura de uma Boipeva (waglerophis merremi) também conhecida como cobra-chata.

A Xenodon merremii é para o ser humano uma serpente inofensiva, que se alimenta de anfíbios (sapos, por exemplo). Apesar de não ser peçonhenta, quando ameaçada, ou em perigo, coloca-se instintamente em posição defensiva como, em geral, fazem os animais. Sendo uma serpente, a boipeva realiza um achatamento dorsal ventral do corpo, enrola a cauda, podendo ou não levantá-la, e abre muito a boca a ponto de exibir a mucosa e os dentes.

A reação ainda inclui a ocorrência de botes, que podem ou não resultar em uma mordida. Todas essas ações, ou parte delas, podem acontecer ao mesmo tempo. A boipeva vive na terra e tem ampla presença distribuída pelo território brasileiro, sobretudo em áreas mais abertas e secas, como as do Cerrado e da Caatinga. De hábito diurno, é uma espécie comum, mas que apresenta grande variação de estrutura e forma com diferentes padrões de cores e desenhos.

O ofídio de aproximadamente um metro, podendo chegar até dois metros, estava agressiva, porém, não é venenosa, após a captura a cobra, solta em área nativa do município.

Por: Nativa News