JBS Faz o Bem
Especial | VARIEDADES

21 de Novembro de 2019 ás 09:19:23

Colíder comemora Dia da Bandeira com solenidade de hasteamento e incineração

A bandeira e o hino nacional são os símbolos nacionais mais importantes da nossa pátria

(Foto: Divulgação)

 

O vice-prefeito Massahiro Ono, secretários municipais, vereadores e autoridades civis e militares participaram nesta terça-feira (19.11), o Dia da Bandeira, da solenidade de hasteamento do pavilhão nacional em frente à sede da Prefeitura de Colíder. Também foi realizada a incineração das bandeiras inservíveis, seguindo a tradição das forças armadas.

A bandeira nacional foi hasteada às 11 horas pela vereadora Dóris Sguizardi. Em seguida, aconteceu a incineração. A cerimônia, segundo o comandante do Tiro de Guerra, tenente Geisel Martini de Carvalho, mantém viva a tradição e o respeito ao símbolo nacional que representa a nação, o patriotismo e o valor cívico.

“Faz parte de nossa cultura militar. A bandeira e o hino nacional são os símbolos nacionais mais importantes da nossa pátria. Nesse dia, realizamos em todo o Brasil o hasteamento no mesmo horário, às 12 horas [horário de Brasília]. E é o único dia em que ela pode ser cremada sem ser desrespeitada. Não pode ser jogada em qualquer lugar”, explica o oficial.

Para o vice-prefeito, o hasteamento da Bandeira do Brasil marca o orgulho dos brasileiros pelo seu país e pela liberdade conquistada. “O país que não relembras os seus símbolos é um país fadado ao insucesso. Reverenciar a nossa bandeira é mostrar respeito, ordem e progresso. Então, é importante a gente homenagear o nosso símbolo maior”, comenta Massahiro Ono.

DIA DA BANDEIRA

A comemoração em homenagem ao Dia da Bandeira do Brasil passou a fazer parte da história do país após a Proclamação da República, em 1889. Marcou a passagem do sistema de governo, da Monarquia para a República. Ela foi instituída há exatos 130 anos, através do Decreto nº 4, em 19 de novembro de 1889, quatro dias após, justamente, a proclamação.

Previsto em lei, as bandeiras que estão em mau estado de conservação, devem ser entregues a qualquer unidade militar, para que também sejam queimadas em 19 de novembro. Nessa data, ocorre formatura nas organizações militares na parte da manhã e o hasteamento é feito pontualmente às 12h (horário de Brasília).

Por: Assessoria