oral sin
Especial | VARIEDADES

14 de Março de 2020 ás 15:06:19

Empresário morre durante prova de mountain bike

Erasmo José Schneider, de 58 anos, passou mal, recebeu os primeiros socorros mas não resistiu

(Foto: Facebook)

O empresário Erasmo José Schneider, de 58 anos, morreu na manhã deste sábado (14), durante uma prova de ciclismo na Serra de São Vicente, em Cuiabá.

Segundo Marcus Vinícius Castro Alves, um dos organizadores da prova Ultramacho Morro da Cachoeira e Águas do Serrado 2020, o empresário participava com freqüência das provas de mountain bike, há pelo menos quatro anos.

“Ele estava participando da prova de 30 quilômetros e, logo no início, no quilômetro quatro, passou mal e caiu. Instantes depois ele já recebeu os primeiros socorros, de médicos contratados para acompanhar a prova, e foi atendido em uma UTI móvel”, relatou Alves.

Segundo ele, o empresário, residente em Jaciara, foi atendido pela médica cardiologista Cristina Gama e removido para o Pronto-Socorro de Cuiabá, onde veio a falecer.

“Lamentamos profundamente a fatalidade. Cumprimos prontamente todos os protocolos de segurança e atendimento médico. Não sabemos, de fato, o que aconteceu e iremos aguardar os laudos”, disse.


Nenhuma doença crônica 

Marcus Alves afirmou que na ficha de inscrição, preenchida pelo empresário, consta que ele era diabético, mas que não estava em nenhum tipo de tratamento médico.

“Ele também relatou que fez uma cirurgia no quadril e que não era portador de nenhuma doença crônica”, disse o organizador da prova.

“Neste momento, nos solidarizamos com a família e os amigos, e nos colocamos à disposição para o que for necessário. Infelizmente, esse tipo de fatalidade acontece”, afirmou.

Ele afirmou que a prova estava dentro dos padrões e normas exigidos, com duas ambulâncias no local, sendo uma UTI e outra simples, dois médicos e dois enfermeiros, além dos seguros por danos e acidentes pessoais.

“Reitero que nossa equipe lamenta muito pelo ocorrido, se solidariza com a família e que estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos”, afirmou Alves. 

Por: Midia News