oral sin
Especial | VARIEDADES

Falta de insumos paralisa obras de construção dos trevos de Colíder

Rica Matos pontua que a paralisação não tem nada a ver com a falta de repasse

(Foto: Assessoria)

A falta de insumos produzidos apenas pela Petrobrás está inviabilizando a conclusão das obras de construção dos trevos no perímetro urbano de Colíder da MT-320.

A informação é do presidente da Câmara, Rica Matos (PSD). “O que o prefeito Noboru [Tomiyoshi] nos disse é que, hoje, a Petrobrás não tem condições de entregar esse material”.

A justificativa da distribuidora é que a demanda é muito alta em todo o País e que a empresa não consegue produzir o montante necessário para atender todos os municípios.

“E Colíder não é diferente. Desta forma, a cidade não recebe o material suficiente para finalizar os trevos”, explica o presidente.

Rica Matos pontua que a paralisação não tem nada a ver com uma possível falta de repasse de recursos à empresa responsável pela construção dos trevos.

“Não tem nada a ver. O que falta é o material. E o que se espera é que, assim que esse produto seja disponibilizado pela Petrobrás, essas obras sejam concluídas”, comenta.

O trevo próximo à Facíder está praticamente concluído, faltando apenas uma adequação. “Está praticamente 90 por cento concluído. Já aquele de acesso à avenida do Colonizador depende da chegada desse material”, acrescenta Rica.

TRÂNSITO MELHOR

O presidente da Câmara lembra que, apesar de não concluídos, os trevos já facilitam muito o trânsito de veículos no trecho urbano da MT-320.

“Quero lembrar do que era antes e do que é hoje. Nós tínhamos aquele trevo [da Facíder] como a nossa grande vergonha. Era caótico. Hoje, melhorou muito do fluxo de veículos”, diz Rica Matos.

Parte dos recursos de R$ 619 mil para os dois trevos é do Governo do Estado, através de emenda parlamentar.

A prefeitura participa com uma contrapartida de R$ 100 mil.

Por: Assessoria