oral sin
Notícias | Colíder

13 de Março de 2018 ás 10:37:00

Réu que atirou contra suspeito de assaltar sua casa duas vezes é absolvido

Foi realizado ontem o júri popular de Jhyonathan Nunes de Souza da Silva e Helio Perina Junior, por tentativa de homicídio. Os dois foram absolvidos.

O fato ocorreu no dia 02 de junho de 2016, por volta das 03h15min., na residência localizada na Rua Apiacás, quando os réus teriam tentado ceifar a vida de M. T. C. S., em virtude de suspeita de que a vítima teria furtado a residência de Jhyonathan.

Utilizando uma pistola automática, ele teria disparado, de acordo com os autos, 14 vezes em direção à vítima, com o intuito de assustá-la. O rapaz conseguiu esquivar-se lançando-se ao chão, de acordo com a sentença de pronúncia.

O júri foi presidido pelo juiz Mauricio Alexandre Ribeiro. A defesa do acusado Jhyonathan Nunes de Souza da Silva, realizada pelos advogados Silvio Eduardo Polidório, Jayme Rodrigues e Luana Canova, postulou pelo reconhecimento da legítima defesa do patrimônio com a consequente absolvição do acusado. Ele responderá por lesão corporal.

Para o advogado Silvio Polidório, o júri “foi um recado da sociedade, que em um gesto de justiça e revolta, absolveu dois cidadãos acusados de terem efetuado disparos contra o assaltante que havia furtado a casa de um deles por não uma, mas duas vezes. Além disso, foi um recado a todo sistema judiciário, onde a sociedade, representada pelos 7 membros do conselho de sentença, disse, exigiu e implorou que os mandos e desmandos da criminalidade devem ser combatidos e cessados”, afirmou.

Polidório destacou ainda que ficou demonstrado que o desserviço público não será tolerado e que “o cidadão de bem, aqui em nossa cidade, tem o direito de defender não só a sua integridade, mas também o seu patrimônio, o fruto do seu suor”.

Fonte: Nortão Online

O Portal não se responsabiliza pelos comentários aqui postados!

Todos os campos deve ser preenchidos
comentários
Sem comentários