rei do pano
Notícias | Geral

04 de Outubro de 2019 ás 14:07:00

Homem é condenado a 13 anos de prisão por matar vizinho à facada em Colíder

Defesa vai recorrer e ele responderá em liberdade até decisão final

Foi realizado ontem o júri popular do réu João de Oliveira, acusado do homicídio de Claudionor de Jesus, ocorrido em 29 de outubro de 2016. 
 
Por quatro votos a três, o corpo de jurados considerou o réu culpado. Atendendo a um pedido da defesa, o juiz Maurício Alexandre Ribeiro determinou que o réu pode cumprir a pena em liberdade, já que a defesa vai recorrer. 
 
O réu, de 55 anos, tem saúde debilitada, sofrendo de diabetes e fazendo acompanhamento psiquiátrico no Caps. 
 
De acordo com uma das advogadas de defesa, Ismaili Donassan, ele mora de favor em um barraco, um antigo galinheiro. 
 
O homicídio ocorreu após uma briga entre os dois homens, que moravam no mesmo terreno. Na ocasião, os dois foram parar na delegacia.
 
Quando foram soltos, um de cada vez, a briga foi retomada no local onde moravam. O réu afirma que a vítima o esperava com um facão e o atacou.
 
Os dois entraram em luta corporal e Claudionor teria caído sobre a faca. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e morreu dois dias depois, no hospital. 
 
Colíder está sem defensor público e o júri só foi realizado porque o caso foi debatido na faculdade de direito e as advogadas Ismaili Donassan e Elisângela Dinarte se ofereceram para fazer a defesa na forma de pró-bono (gratuitamente).

Fonte: Nortão Online

O Portal não se responsabiliza pelos comentários aqui postados!

Todos os campos deve ser preenchidos
comentários
Sem comentários