Crime no posto de saúde: imagens mostram assassino dizendo que "agiu" e sala com sangue

Polícia

26/08/2022 às 07:06

Vídeos divulgados em redes sociais mostram o homem de 34 anos logo após esfaquear a médica Jaqueline Matos Croce, 31, e a agente comunitária Regy Rouse de Oliveira, 50. Com a faca em mãos, ele diz que “acabou de agir”. Em outra gravação, e possível ver como ficou o consultório em que a médica estava logo após o crime.

O agressor se filma em modo selfie e diz que “se a justiça não é feita na paz, tem que ser feita na dor, eu já pedi Justiça [...] eu estou aqui, esperando a polícia”. Ele foi preso logo em seguida. Mas conforme registro policial, o agressor jogou a faca longe para tentar se desvincular dela.

Em outro vídeo, uma funcionária do posto mostra como ficou a sala da médica Jaqueline, coberta por sangue. Há ainda sangue no corredor da unidade. Ela afirma ainda que a Regy foi esfaqueada na altura do peito. A prefeitura confirmou a morte da servidora. Já a médica segue internada.

Em nota, a prefeitura confirmou a morte de Regy ainda em cirurgia. Ela não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Assassino a atingiu com uma facada no tórax. Veja a nota abaixo. 

Caso

De acordo com as informações apuradas pelo , o homem chegou no posto com uma faca escondida dentro da bermuda, esperou uma paciente sair do consultório da vítima e invadiu o local, partindo para cima da médica e desferindo 4 golpes contra ela.

Uma testemunha flagrou a agressão, tentou acertar uma mesa de madeira no homem, que deixou o consultório e no corredor do posto, encontrou com Regy. Ela também foi esfaqueada pelo agressor, que fugiu.

 

Jaqueline foi atingida no abdômen e Regy teve ferimentos no tórax. Polícia Militar foi acionada e encontrou o suspeito na fuga. Quando ele flagrou a polícia, jogou a faca para longe, tentando se desfazer da arma.

Ele foi encaminhado para a delegacia e autuado por tentativa de homicídio. Aos policiais, ele informou que o crime se deve a ‘um atendimento ruim recebido na unidade de saúde’.

Nota de pesar

"Com profundo pesar e tristeza, a Prefeitura de Primavera do Leste comunica a morte da servidora Regy Rouse Lopes de Oliveira Governo, aos 51 anos de idade, agredida por uma faca, na região do tórax, na tarde desta quinta-feira (25).

 

A profissional era agente comunitária de saúde e foi ferida ao defender outra profissional da unidade de Estratégia Saúde da Família (ESF) do bairro São José contra um homem que invandiu o local e iniciou as agressões. Durante a cirurgia, a agente não resistiu e entrou em óbito.

 

O corpo será velado e sepultado em Primavera do Leste."

Fonte: Gazeta Digital


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

O CAPTCHA abaixo oferece proteção contra entradas digitais remotas garantindo que somente um ser humano possa registrar manifestações. Clique na opção abaixo "Não sou um robô" para que seja feito o teste de segurança via áudio ou imagem

Enviar comentário