Dupla executou homem no Nortão para vingar morte de irmão 16 anos depois

Nortão

13/05/2022 às 06:55

Nelson Favoreto, 43 anos, foi assassinado a facadas por ter matado o irmão de seus executores há 16 anos. Os suspeitos pelo crime foram identificados e indiciados pela Polícia Civil de Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá), na quarta-feira (11).

Conforme noticiado pela reportagem, a vítima foi assassinada dentro de uma barbearia o começo da tarde da última quinta-feira (5), no bairro Cidade Nova, em Guarantã do Norte.

Um homem identificado como E.W.O, 36 anos, foi preso bêbados algumas horas depois. A prisão ocorreu por volta das 21h, quando populares reconheceram o carro do suspeito.

Com a investigação do delegado Lucas Lélis, foi descoberto que os executores são irmãos, o que possibilitou a identificação do segundo homem, que segue foragido. Quanto ao primeiro, a polícia solicitou que a prisão em flagrante seja convertida para preventiva.

Vingança

Conforme explicou o delegado, o crime foi motivado por vingança. Há 16 anos, Nelson matou e ocultou o corpo de Alan Douglas Wagner de Oliveira, que era irmão dos suspeitos. Desde então, a vítima foi jurado de morte.

No dia do fato, os dois irmãos viram Nelson no salão de cabeleireiro e passaram a premeditar o crime. Eles foram até a casa dos pais, pegaram duas facas na cozinha e retornaram ao local do crime.

Na barbearia, cumprimentaram o dono do local e atacaram a vítima com as facas, de surpresa e sem que Nelson pudesse ter qualquer chance de reação.

Após o crime, os dois autores fugiram em uma caminhonete, conforme registraram as câmeras de segurança de um supermercado ao lado do salão. Os investigados foram indiciados por homicídio qualificado em razão de três circunstâncias: motivo torpe, emprego de meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima (artigo 121, § 2.º, incisos I, III e IV, do Código Penal).

Fonte: Gazeta Digital


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

Enviar comentário