Homem que matou rapaz a facadas em Colíder é condenado a 4 anos em regime aberto

Colíder

21/09/2022 às 10:22

Autor: Angela Fogaça

O Tribunal do Júri considerou o réu Sandro Júnior Cardoso, culpado pelo homicídio de Edison Severino de Lima Junior, 20 anos, ocorrido em 2017.

O julgamento foi realizado ontem (20), em Colíder. O réu foi condenado a 4 anos de prisão, com início de cumprimento em regime aberto.

De acordo com o advogado de defesa, Dr. Silvio Eduardo Polidório, o Ministério Público sustentou o pedido de condenação, com o reconhecimento do privilégio.

“Já a Defesa sustentou o pedido de condenação com reconhecimento do privilégio e outro pedido alternativo de desclassificação, deixando a critério dos jurados a absolvição por clemência, já que os mesmos são soberanos”, explicou o advogado.

Os jurados deferiram o pedido de condenação e reconhecerem o privilégio.

No final, o Juiz determinou que os herdeiros da vítima sejam intimados para manifestarem se tem interesse na restituição da motocicleta, que está apreendida desde o fato ocorrido, sob pena de não se manifestando, a mesma ser perdida em favor da União.

“Privilégio é uma previsão especial em nosso Código Penal, onde, quando o acusado comete o crime por algum motivo relevante ou tomado por violenta emoção, logo após injusta provocação da vítima, o juiz pode reduzir a pena do homicídio de 1/6 a 1/3. No caso de ontem, os jurados reconheceram que ele agiu de forma privilegiada por violenta emoção, após a vítima ter atropelado intencionalmente sua esposa, causando-lhe fratura exposta no tornozelo, tudo depois de uma discussão decorrente de uma dívida não paga pela vítima”, disse Polidório.

Relembre o caso

O crime ocorreu em março de 2017, próximo ao terminal rodoviário de Colíder. O jovem teria ido renegociar uma dívida de móveis comprados de uma mulher.

Faltava pagar R$200. No dia do crime, 15 de março, ele foi até a casa dela para conversar. Houve alteração verbal e ao sair com a moto, ele teria atingido a perna da mulher.

O réu, marido da vítima, derrubou Edison da moto e passou a desferir várias facadas, que causaram sua morte.

O jovem morava em Colíder há cerca de um ano com a esposa e a família dela.

Fonte: Nortão Online


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

O CAPTCHA abaixo oferece proteção contra entradas digitais remotas garantindo que somente um ser humano possa registrar manifestações. Clique na opção abaixo "Não sou um robô" para que seja feito o teste de segurança via áudio ou imagem

Enviar comentário