Alerta

Mato-grossenses precisam ficar atentos ao comprar três tipos de peixes

Geral

14/09/2021 às 07:04

As autoridades estão emitindo alerta para várias regiões do Brasil para que as pessoas tomem cuidado com a síndrome de Haff, mais conhecida como “urina preta”. O aumento no número de pessoas infectadas cresce rapidamente o que preocupa médicos. Estados como Pará, Amazonas e Bahia são os mais afetados.

A doença está ligada ao consumo de peixes de água doce como o pacu-manteiga, pirapitinga e o tambaqui.

Sabemos que os cuiabanos, assim como os moradores de várias regiões de Mato Grosso, adoram peixe de água doce por isso é importante ficar atento sobre a qualidade e procedência do peixe que você está comprando.
Síndrome de Haff
 
A doença da urina apresenta sintomas como: extrema rigidez muscular de forma repentina, dores musculares, dor torácica, dificuldade para respirar, dormência, perda de força em todo o corpo e urina cor de café, pois o rim tenta limpar as impurezas, o que causa uma lesão na musculatura. A doença causa muitas dores musculares, lembrando a dengue, porém sem febre.

Os sintomas costumam aparecer entre 2 e 24 horas após o consumo dos peixes ou crustáceos.

Fonte: Reporter MT


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

Enviar comentário