Polícia Militar prende suspeito por formação de quadrilha e furto

O homem também teria auxiliado no furto e abate de bovino. Com ele, foram apreendidos quatro armas, sendo dois revólveres, uma espingarda e uma carabina.

Foto por: Assessoria/PM-MT

Polícia

27/11/2022 às 07:19

Policiais militares do 7º Batalhão prenderam, nesta quinta-feira (24.11), um homem, de 36 anos, por formação de quadrilha, posse irregular de arma de fogo e furto, em um assentamento rural localizado no município de Rosário Oeste (104 km de Cuiabá). 
 
O homem teria auxiliado no furto e abate de bovino. Com ele, foram apreendidos quatro armas, sendo dois revólveres, uma espingarda e uma carabina, 82 munições de diversos calibres e duas facas. 
 
Os militares foram acionados, após o caseiro de uma fazenda perceber a falta de uma das vacas no local, que ao sair para procurar, encontrou, em uma região alagada, as víceres e a cabeça do animal. 
 
O homem identificou que os suspeitos usaram um trator para carregar o corpo do animal até uma propriedade vizinha da chácara. 
 
Após a denúncia, os militares se deslocaram até o endereço informado e encontraram um dos suspeitos no portão da fazenda. Ao perceber a presença da polícia, o homem correu para dentro da sede da fazenda.
 
Em certo momento, o homem saiu do local e recebeu os policiais, que ao ser questionado sobre o crime, confessou ter participado do furto e abate do animal. Os militares encontraram na casa diversas armas, que segundo o suspeito, pertence ao seu patrão. 
 
Aos redores do imóvel, os policiais encontraram o trator e uma roçadeira utilizadas para carregar o corpo do animal com diversas marcas de sangue.
 
A polícia ainda encontrou partes do corpo do animal escondidos em um barco de pesca que estava no porto pesqueiro da fazenda. 
 
O suspeito disse que cometeu o crime com o auxílio de um morador de Cuiabá, que foi até o local em uma caminhonete modelo S10, no entanto, ninguém mais foi localizado.
 
Diante dos fatos, o suspeito e o material apreendido foram encaminhados à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências que o caso requer.
 

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: Assessoria


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

O CAPTCHA abaixo oferece proteção contra entradas digitais remotas garantindo que somente um ser humano possa registrar manifestações. Clique na opção abaixo "Não sou um robô" para que seja feito o teste de segurança via áudio ou imagem

Enviar comentário