Primeira-dama de MT apoia projeto de equoterapia e melhora a qualidade de vida de crianças com deficiência

Foto por: Jana Pessoa

Política

23/11/2022 às 15:51

O projeto de equoterapia é coordenado pela Central das Pequenas Organizações de Mato Grosso (CORDEMATO), uma Organização da Sociedade Civil (OSC) em parceria com o haras Twin Brothers. De acordo com a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, a iniciativa dos atendimentos a crianças com necessidades especiais é uma conquista importante e que precisa ser ampliada.
 
 “O haras Twin Brothers abriu as portas para executar o projeto junto com a CORDEMATO, com o apoio da cooperativa Sicoob Credisul, sou grata por participar dessa ação que está fazendo diferença na vida das pessoas que já tiveram acesso ao projeto. Vamos trabalhar para que mais crianças tenham acesso ao tratamento”, destacou.
 
Inicialmente, a atividade foi motivada pela Lei nº 9.249, que dispõe sobre o abatimento nas declarações de Imposto de Renda. “As doações individuais ajudaram muito os atendimentos, mas com as parcerias e com o apoio da primeira-dama Virginia Mendes conseguimos ampliar de forma significativa, graças a sua articulação conseguimos o aporte de R$130 mil”, explicou o empresário Marquinhos Póvoas, proprietário do haras.
 
Segundo o empresário, outras 100 pessoas aguardam pelo atendimento, ele aponta a demanda como motivação. “A tendência é o aumento do número, isso sempre vai existir e nos motiva a dar continuidade, é uma alegria ver o benefício do projeto chegar a mais pessoas”, ressaltou Marquinhos.
 
Virginia contou sobre o acompanhamento da filha caçula na equoterapia. “A Maria Luiza faz equoterapia no haras Twin Brothers e a terapia trouxe muitos benefícios para seu desenvolvimento. O meu desejo é que o maior número de crianças tenha a mesma oportunidade”, pontuou.
O Haras Twin Brothes está em atividade há 12, e desde 2010 realiza o atendimento de equoterapia a pessoas com necessidades especiais ou que precisam se desenvolver de forma biopsicossocial.
 
Benefícios da equoterapia
 
O tratamento com equoterapia é indicado nos casos de paralisia cerebral, lesão neuromotora ( cerebral e medular), deficiências sensoriais (áudio, fono e visual), distúrbios evolutivos ou comportamentais, patologias ortopédicas (congênitas ou adquiridas), distúrbios emocionais, de linguagem e aprendizagem, autismo, deficiências adquiridas, dentre outros.
Fonte: Assessoria


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

O CAPTCHA abaixo oferece proteção contra entradas digitais remotas garantindo que somente um ser humano possa registrar manifestações. Clique na opção abaixo "Não sou um robô" para que seja feito o teste de segurança via áudio ou imagem

Enviar comentário