Sorriso: Prefeito Ari Laffin recebe visita do presidente do Instituto Pensar Agro

Agronegócio

13/01/2022 às 14:33

O prefeito Ari Lafin e o secretário de Governo, Hilton Polesello receberam ontem (12) a visita do presidente do Instituto Pensar Agropecuária (IPA) e consultor da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Nilson Leitão.

“Como estamos no momento de retomada do ano legislativo no Congresso Nacional e o IPA, junto com a Frente Parlamentar da Agropecuária atua como um canal interlocutor entre as entidades da cadeia produtiva rural e os parlamentares, precisamos ouvir a base para estarmos atualizados das questões relacionadas ao setor. E hoje estamos visitando Sorriso que é uma cidade importantíssima do agro brasileiro e que está no ranking nacional da produção de soja”, diz.  

O IPA é uma organização representativa sem fins lucrativos, criada em 2011 por entidades do setor agropecuário com o objetivo defender os interesses da agricultura e prestar assessoria à Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

Conforme Leitão, o IPA é composto por 48 entidades do setor produtivo agropecuário e atua no processo de institucionalização da agenda do setor com o objetivo de garantir o respaldo técnico e das ações específicas que tramitam no Congresso Nacional, além de promover a interlocução com os poderes Judiciário e Executivo.

 “O IPA cumpre o propósito de representar a cadeia agropecuária brasileira juntos às três esferas do poder, sendo responsável por divulgar informações do que é interesse do setor e para nós é motivo de orgulho tê-lo aqui trazendo essas questões”, destaca Ari.

Além de ser reconhecido como a Capital Nacional do Agronegócio, Sorriso está em primeiro lugar no ranking como cidade mais rica no Agro do Brasil. Dos R$ 470 bilhões comercializados em 2020 pelo país, a cidade foi responsável por R$ 5,3 bilhões, conforme os dados apresentados pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Agro Fraterno

Dentre as ações em que o IPA atua, Nilson destacou o Agro Fraterno, iniciativa liderada pelo Sistema CNA/Senar, pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e pelas entidades do IPA que se reuniram em uma corrente solidária para ajudar as famílias mais necessitadas atingidas pela crise gerada pela pandemia da Covid-19. 

“O agro salvou a economia do país no período da pandemia, gerando emprego e renda em um momento de crise. Não faltou produção de alimento no Brasil, mas faltou na mesa de alguns brasileiros. Por isso criamos o Agro Fraterno, um grande programa do setor que já conseguiu angariar mais de 20 mil toneladas de alimentos destinados para instituições de caridade. Esta sendo uma forma do agro colaborar com as pessoas vulneráveis”, frisou.

No mês de dezembro, Sorriso foi contemplado com a destinação de 200 cestas básicas arrecadadas por meio do programa Agro Fraterno. A entrega das doações à Secretaria Municipal de Assistência Social foi feita pela Cooperativa Mercantil e Industrial dos Produtores de Sorriso - COOAMI.

Fonte: Redação com Assessoria


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

Enviar comentário