CGE inicia ciclo de palestras nos órgãos que já aderiram ao Integridade MT

Eventos têm objetivo de apresentar conceitos básicos sobre ética, moral e integridade.

Foto por: D`Laila Borges

09/02/2024 às 12:51

Autor: D`Laila Borges

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) começou, nesta quarta-feira (07), a realizar o ciclo de  palestras nos órgãos estaduais que já aderiram ao programa Integridade MT. A iniciativa tem o objetivo de apresentar os conceitos básicos sobre integridade, ética, moral, etiqueta e ética no trabalho, no contexto do programa.

Foram realizadas três palestras esta semana. Uma para os delegados regionais da Polícia Judiciária Civil que estavam participando de uma uma reunião gerencial do órgão em Cuiabá, e outras duas para servidores do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), e da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), que foi a primeira secretaria a concluir seu plano de integridade.

“Nosso intuito é instigar os servidores a pensar sobre ética e moral: dois pilares da ação humana ante os dilemas da vida, e refletir sobre as situações-limite e a ética da responsabilidade, além de trazer pontos para reflexão acerca da moral em crise e a revalorização da ética”, explicou Paulo Farias, secretário controlador-geral da CGE.


Com o tema "Ética em Ação: Servidores na Trilha da Integridade", as palestras foram ministradas pelo  filósofo e servidor da CGE, Douglas Remonatto. Durante os encontros, o auditor da CGE, Rodrigo Amorim, também fez uma explanação sobre o  programa Integridade MT.

“A ética é a área da filosofia que estuda a origem e a validade dos valores humanos. Quando falamos em integridade estamos falando exatamente de internalizar a ação desses valores. Portanto, não há outra maneira de abordar a questão da integridade que não seja primeiramente por meio de uma abordagem ética sobre os valores humanos e a transformação desses valores ao longo da história”, destacou Remonatto .


As palestras também têm o objetivo de convidar os servidores para o curso "Ética em Ação: Servidores na Trilha da Integridade", que será ministrado pela CGE a todos os servidores dos órgãos que já aderiram ao programa, e apresentar as definições históricas e práticas dos conceitos de ética, moral, valor moral e integridade do serviço público.

Para o corregedor-geral da Polícia Civil , Jesset Arilson Munhoz de Lima, a palestra foi fundamental e esclarecedora. “Ele abordou os conceitos de ética, moral e integridade, resgatando valores, sempre trazendo a reflexão da ética, da moral e dos valores, e sobretudo sobre a integridade no exercício da nossa função. Isso com certeza contribuirá muito no trabalho do dia a dia”, destacou.

A Controladoria trabalhará o programa de integridade do Estado com essa formação integral sobre a história dos valores humanos, para que assim possa-se criar um campo fértil de referências do que são bons valores.

O secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Jefferson Carvalho Neves, agradeceu a equipe da CGE pelo apoio na formatação do projeto. “O selo do programa na Secel nos incentiva a buscar um trabalho mais efetivo, promovendo integridade, ética e honra entre nossos servidores. Vamos continuar implementando práticas eficazes para todos", finalizou.

Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

O CAPTCHA abaixo oferece proteção contra entradas digitais remotas garantindo que somente um ser humano possa registrar manifestações. Clique na opção abaixo "Não sou um robô" para que seja feito o teste de segurança via áudio ou imagem

Enviar comentário