MTI lança a campanha Doar nos Conecta, em parceria com o MT Hemocentro

Proposta é incentivar a atitude regular da doação de sangue e colaborar com o estoque do banco de sangue mato-grossense.

Foto por: Tchélo Figueiredo - SECOM/MT

27/11/2022 às 07:14

Autor: Assessoria

A MTI (Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação), em parceria com o MT Hemocentro, promove a campanha “Doar nos Conecta”, cujo objetivo é incentivar a atitude solidária e regular da doação de sangue, independente de se conhecer ou não pacientes que precisam de transfusão, além de colaborar com o estoque do banco de sangue do MT Hemocentro.

A campanha foi lançada em comemoração ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado nesta sexta-feira (25.11). A data foi instituída pelo Decreto Lei 53.988, de 30 de junho de 1964, aniversário de fundação da Associação Brasileira de Doadores Voluntários de Sangue, com o propósito de reforçar a importância da doação de sangue, sensibilizar novos doadores e agradecer aos que já existem.

Entenda um pouco mais sobre doação de sangue

A doação de sangue é o processo pelo qual um doador voluntário tem seu sangue coletado para armazenamento em um banco de sangue ou hemocentro, para uso subsequente em transfusões de sangue. A doação segue os seguintes passos:

1 – Cadastro - O doador, portando um documento oficial com foto, é cadastrado e recebe um questionário para ser respondido. O objetivo é avaliar se há alguma situação ou doença que impeça a doação de sangue. Portanto, as respostas devem ser sinceras.

2- Pré-triagem - Verificação de peso, altura, pressão arterial, pulso, temperatura e teste de anemia.

3- Triagem clínica - O doador é entrevistado e examinado por profissional de saúde, em local que garanta a privacidade e o sigilo das informações. O profissional verifica as respostas do questionário e avalia pessoas com alto risco de transmitir doenças pelo sangue. A segurança do paciente que recebe transfusão começa com o doador.

4- Coleta de sangue - O procedimento dura no máximo 15 minutos. Todo o material utilizado é individual, estéril e descartável. Não há risco de contrair doenças doando sangue. São coletadas amostras para teste de doenças contagiosas e para verificar tipo sanguíneo.

5- Lanche - O doador recebe hidratação oral, lanche e informações sobre os cuidados básicos que devem ser tomados após a coleta do sangue.

Todo sangue doado é separado em hemácias, plaquetas e plasma, e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada. Os componentes são enviados aos hospitais para serem utilizados em tratamentos e intervenções urgentes e pode ajudar pacientes que sofrem de condições com risco de vida, além de apoiar procedimentos médicos e cirúrgicos complexos.

MT-Hemocentro

Para evitar aglomerações e garantir a segurança de doadores e servidores, o MT Hemocentro, em parceria com a MTI, vai disponibilizar um veículo, tipo van, para fazer o transporte dos doadores voluntários nos próximos dias 8 e 9 de dezembro.

Lembrar que o agendamento para o público em geral pode ser realizado de 7h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira, pelo site http://mthemocentro.saude.mt.gov.br/ ou WhatsApp (65) 98433-0624. A coleta de sangue é realizada na Rua 13 de junho, 1.055 – Porto – Cuiabá/MT.

Pré-requisitos para ser doador de sangue (Fonte: Ministério da Saúde)

  • levar documento de identidade com foto;
  • estar em boas condições de saúde;
  • ter entre 16 a 69 anos de idade (de 16 a 17 anos, com autorização do responsável legal);
  • idade até 60 anos, se for a primeira doação;
  • intervalo entre doações de sangue de 90 dias para mulheres e 60 dias para homens;
  • ter peso igual ou superior a 51kg;
  • não estar em jejum;
  • após o almoço ou jantar, aguardar pelo menos 3 horas;
  • ter dormido pelo menos 4h na noite anterior à doação;
  • não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
  • se teve sintomas gripais, o doador deve aguardar 14 dias para realizar a doação;
  • se foi diagnosticado com COVID-19, aguardar 10 dias após o fim dos sintomas;
  • candidato à doação de sangue que foi vacinado deve aguardar o prazo: Coronavac ou Covaxin – 48h; b) Astrazeneca, Pfizer ou Janssen – 7 dias; c) Influenza (vacina da gripe) – 48h;
  • não ter tido parto ou aborto há menos de 3 meses;
  • não estar grávida ou amamentando;
  • não ter feito tatuagem ou maquiagem definitiva há menos de 12 meses;
  • não ter piercing em cavidade oral ou região genital;
  • não ter extração dentária nas últimas 72 horas;
  • não ter feito endoscopia ou colonoscopia há menos de 6 meses;
  • não ter tido febre, infecção bacteriana ou gripe há menos de 15 dias;
  • não ter fator de risco ou histórico de doenças infecciosas ou transmissíveis por transfusão (hepatite após 11 anos, hepatite b ou c, doença de chagas, sífilis, aids, hiv, htlv i/ii);
  • não ter visitado área endêmica de malária há menos de 1 ano;
  • não ter tido malária;
  • não ter diabetes em uso de insulina ou epilepsia em tratamento.

Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

O CAPTCHA abaixo oferece proteção contra entradas digitais remotas garantindo que somente um ser humano possa registrar manifestações. Clique na opção abaixo "Não sou um robô" para que seja feito o teste de segurança via áudio ou imagem

Enviar comentário